Viver com qualidade de vida

Tenho estado a ver aos bocadinhos, pois não tenho tido tempo para me sentar e ver um filme do principio ao fim, mas este filme “um pedacinho de Paraiso

” fala sobre uma rapariga que tem medo de se entregar ao amor, e tem um cancro bla bla bla… não vos vou contar o filme todo.

E dou por mim a pensar, se me acontecer ter uma doença mortal, se soubesse que ia morrer, se me tratava e tentava os impossíveis e vivia o resto da minha vida, agarrada a drogas e/ou a uma cama de hospital!!

E Digo, não, não o faria!

Preferia levar até ao ultimo minuto da minha vida sã, da melhor maneira!!!

Há doenças fatais que nos tiram a vida mesmo não morrendo!!!
Na minha maneira de ver a vida, enquanto formos sãos, com saúde e sem dar trabalho a ninguém, quero cá estar, a partir do momento em que seja um fardo para alguém, viver agarrada a uma cama, sem poder falar ou escrever, ou de alguma maneira de me comunicar com quem me rodeia, já não quero viver mais!!

Que me interessa viver até aos 100 anos, sem saúde estável, e não reconhecer o meu filho ou os meus futuros netos ( espero que seja para bem mais tarde a vinda deles, pois o meu filho ainda é muito novo )

Não, não quero viver na “podridão” da “não vida”!!!

Se calhar choco algumas pessoas, mas cada um tem a sua visão! E esta é a minha… se viver até aos 80 com saúde, já me dou por feliz, até porque depois disso, a qualidade de vida ou melhor o que os filhos nos deixam fazer, ou o que conseguimos fazer é muito pouco!!

Por isso já resolvi, até aos 80, meu querido Deus, com saúde, depois disso, posso ir para o pé de ti sossegadinha sem apanhar mais cócós de cão!!! Que vai ser a minha profissão até morrer, ter os meus cães sempre comigo!

Venha o que viver, filho, marido, amigos, família, eles (os meus cães)estarão sempre comigo!! Para o bem e para o mal, na saúde e na doença!!

Mas vejam o filme, dá nos muito que pensar, cada um com a sua ideia claro, mas vale a pena!!!

Beijinhos

Anúncios

Não chorei a ver o filme – NoteBook

Depois de anos a adiar a ver o Filme, NoteBook, por achar que era demasiado lamechas, pelos comentários que me faziam a cerca do mesmo, hoje resolvi, tirar a teima.

Por momentos quase que me caiu a lágrima, se calhar num dia mais sensível, talvez tivesse chorado muito, mas hoje não!
Para além da história ser bonita, um amor lindo, blá blá blá, faz-me confusão como é a nossa velhice, a minha e a de todos, já tinha falado aqui no bog sobre isto, mas ao ver o filme, pensei que se chegasse a uma idade avançada, e para mim 60, já é avançada, e não tivesse no meu perfeito juízo, que apenas vivesse para comer e dormir, que preferia não estar por cá!

imagwes
Se não reconhecesse os meus filhos, marido, ou qualquer outra pessoa, ou até mesmo acamada sem me mexer, sem poder falar… a sério… preferia não estar por cá!

Voltando ao filme….

TheNotebook

Acredito em amores assim, que se amam e odeiam, que gritem e se beijem… Um amor verdadeiro não tem de ser perfeito, até porque isso NÃO EXISTE!!!!

Aqueles casais que estão junto 24h por dia e a noite fazem amor loucamente, tendo 5 filhos e emprego, digo-vos… ou são mecânicos ou então não sei!!!

Estou um bocado desacreditada do amor, é um facto. Não chego ao extremo de frustração, ou até mesmo ressabiada! Longe disso!
este ano faço 40, quero perder 40 quilos, mudei de casa e comecei de novo!

Este ano já tenho com que me entreter! Deixo lá o amor arrumadinho dentro de uma gaveta com bolinhas de naftalina!!! Depois um dia hei de lá ir buscar, mas por agora, é um assunto tabu! Heheheheh

Gostei muito do filme, vou guarda-lo para quando tiver “naqueles dias”, o veja para poder chorar muito. Tenho saudades de chorar, aquele chorar em que nos olhamos no espelho e perguntamos, “estou a chorar porquê”? sabe bem, alivia a alma!!!!

orig-11943351

Se for um homem a lêr este artigo de hoje, vai achar que sou louca, mas não me importo!

Deus que é Deus, também não agradou a todos!!

 

Beijinhos

P.s. – o que acharam do filme?

Bad Girls Club

Tenho visto na Sic radical um Programa que se chama “Bad Girls Club”

O programa consiste num reality show, em que 7 raparigas na casa dos 20, estão numa mansão e a ultima a sair ganha!

Mas tudo que se passa no entretanto, só podia ser um programa americano, porque tudo que se diga é pouco!!

Elas espancam-se, saem a noite, curtem com rapazes, fazem programas radicais, enfim têm uma vida “normal”!!

O programa é violento, mas o que me mantêm colada ao ecrã nem é a violência praticada, é a capacidade destas miúdas em serem más por natureza, atacarem-se gratuitamente ao ponto de levarem pontos e tudo!

As luta podem ser uma a uma, ou todas contra uma!

A maquilhagem predomina a futilidade destas miúdas que passam horas a maquilharem-se para depois irem sair ou até mesmo para ficarem em casa!

Agora pergunto… Os adolescentes de hoje em dia o que mais valorizam não é “brincar as bonecas”, nem fazer lanchinhos em casa com as amigas, ou colecionarem folhinhas fofas com cheirinho e sair a noite era até a meia noite e era em dia de festa!!!!

Sei que os tempos mudaram, ok? Mas fazerem um programa onde retratam e incentivam a violência é uma coisa de outro mundo!!!!

Vejo é um facto, mas mais por querer vêr a capacidade destas miúdas em tamanha violência!

No final da temporada são entrevistados os pais das ditas, que incentivam ainda mais e se orgulham das suas meninas!

Será que a fama tem este preço?

Será que para aparecerem na televisão, vale tudo?

Em Portugal era impensável um programa destes, mas não quer dizer que este tipo de miúdas não existem!

Este programa já vai na décima temporada!

O que vos posso dizer é, que vejo, mas recrimino!!

 

Cavaco Silva & Bernardina

Cavaco Silva, quer banir música da Bernardina da casa dos Segredos4, porque considera que está a denegrir a imagem deste País!!

Agora pergunto… Não há mais assuntos importantes para tratar Sr. Presidente?

Recordo que esta Música, foi suspensa do Youtube, mas voltou a estar disponível!

Como diz o meu filho… GRANDE “LOLADA”!!!

Luís vencedor da Casa dos Segredos 4

Gosto de reality Shows, gosto, pronto… e então?

Muita gente gosta!

Segui esta casa dos segrados4, com uma certa relutância, pois no inicio não suportava o Aníbal, uma besta quadrada, machista, que adorava humilhar quem passasse por ele.

Nunca gostei da Sofia, achei-a demasiado pretensiosa, achava graça à Joana e a minha preferida era a Érica!

Gostava do Tiago, Ruben e Luís e não suportava o tom de voz do Tierry.

Gostos à parte… Quando comecei a ver as humilhações, violência psicológica e física para com o concorrente Luís, entrei em estado de choque!1544955_770186982996220_1511193347_n

Nem os filmes com bolinha encarnada, que passam as 3 da manhã na televisão, tem tanta violência explicita.

Estas violências eram passadas as 21 horas e meia noite, hora que hoje em dias muitos adolescentes estão acordados e que têm televisão no quarto

1521454_769922439689341_768419053_n

e que podem ver á revelia dos pais que por bom senso, as vezes os proíbem de ver este tipo de “filmes”.

Com ou sem razão de ter contado o que se passou entre eles, o Luís de maneira nenhuma, devia ter passado, pelo que passou.

Será que a TVI, precisava desesperadamente desta concorrente para lhes dar audiências tão polémicas?

Será que a vida, a honra e o amor próprio de um concorrente, seja ele homem ou mulher, mereça passar por tamanha humilhação de várias frentes (Érica e Joana) para poder das á casa… Audiências?

Nem que fosse a 1 minuto do final do programa, estas ocorrências, deveria ter havido da parte de quem nos “educa” televisivamente, um pingo de bom senso!

Li de fonte segura que perguntaram ao Luís se queria abandonar a casa por não aguentar a pressão causada pelas 2 concorrente…

Pergunto-me, era mesmo o Luís que deveria sair? Ou quem causou as pressões psicológicas e físicas que deveriam ter saído?

Posto isto… Os meus parabéns ao Luís e à sua família!

 1549525_769871523027766_713963585_n

Série do Pica Pau Amarelo

Tenho imensas saudades, do “sitio do pica-pau amarelo”

Quem não se lembra da “ti Anastácia”? – Adorava!

Todos os fins de semana, lá me sentava na sala, as oito da manhã a ver! Era sensivelmente 40 minutos!

Mas achava sempre pouco, queria sempre ver mais!Image