Saudades da Minha Avó

Porque sem ti não sei viver, porque sem ti perdi tudo, porque sem ti não sou nada…
Todos os nossos momentos, serão para sempre! Sei que estaremos sempre juntas e isto não foi para sempre… logo logo, estaremos juntas, Obrigada por tudo ! Obrigada por teres sido tudo para mim… Obrigada Avó… não é um Adeus… é um ATÉ JÁ !

38685_1374548400769_3881291_n

Anúncios

Entrevista a Marta Gautier

Adoro a minha prima Marta, somos “primas e irmãs”, a minha mãe e a mãe dela, são irmãs e o meu pai e o pai dela, são irmão!! Giríssimo não é!!Crescemos próximas, temos imenso tiques, gestos e maneiras de falar muito idênticas!!!Como todos os “irmãos”, havia alguma competição entre nós, mas saudável!! Rio-me com ela, como se não houvesse amanhã! Adoro-a!!0002 Foi amorosa em dar-me esta fantástica entrevista para o meu blog, aqui vai…

Marta Gautier , 37 anos, psicóloga clínica, escreve livros e é humorista.

Marta, queres me dizer a tua a idade mental e física? Vá, eu dou-te as duas. A física já vai para os 37, mas a mental fica nos 15 ou coisa que o valha!

Já entraste nos 40 ? Não. Estou lá quase, mas ainda não bati no ponto certo. E nem me lembres disso, sim?

O que é que pensaste quando pensaste pela 1ª vez, “ vou fazer 40 anos” ? Fico um bocado tensa e isso é sinal de que tenho de trabalhar esse assunto em mim. Ainda por cima porque sei se vivermos de acordo connosco mesmo, bastam-nos 2 dias de vida. E convém também lembrarmo-nos que há quem não tivesse chegado aos 40. Devemos ficar contentes por termos chegado. 

Tens cuidados com a alimentação? Não, os meus cuidados com a alimentação sempre foram intermitentes. Sem que o meu colesterol não é famoso por isso gosto de me alimentar bem, mas muitas vezes esqueço-me. 

Marta,usas algum creme “anti-idade? Anti-idade ainda não, mas um creme específico para a manhã e outro para a tarde.

O que te faz sentir Viva? Neste momento, mais do que tudo, as ‘Conversas sérias’ ‘O que farias se não tivesses medo?’ que faço no Villaret. O ‘Vamos lá perceber as mulheres’, também, mas agora a novidade das ‘conversas sérias’, dá-me um entusiasmo que há muito não sentia. Também me sinto viva quando leio um bom livro ou quando olho para uma expressão distraída dos meu filhos. 

Quais são os teus receios em relação ao futuro da tua idade? Em termos práticos quase nada. Como sou eu que faço o meu próprio trabalho e não dependo que me ‘chamem’, sinto-me livre e tenho a intuição de que tudo, sempre, vai correr bem na minha vida profissional. Tenho apenas medo de não aprender a amar melhor, e assim, deixar escapar o mais importante da vida. Mas vou conseguir.  

Que sonhos gostarias, ainda de concretizar? Sinceramente: em termos de sonhos, se morresse agorinha, estava completamente satisfeita. Realizei todos e não sinto, neste momento, nenhuma ambição mais. Se tudo continuar assim, seria bom. Com o decorrer da vida podem surgir outros.

marta tratadaMarta, sempre igual a si própria!

Love you Girl

Beijinhos

Viver com qualidade de vida

Tenho estado a ver aos bocadinhos, pois não tenho tido tempo para me sentar e ver um filme do principio ao fim, mas este filme “um pedacinho de Paraiso

” fala sobre uma rapariga que tem medo de se entregar ao amor, e tem um cancro bla bla bla… não vos vou contar o filme todo.

E dou por mim a pensar, se me acontecer ter uma doença mortal, se soubesse que ia morrer, se me tratava e tentava os impossíveis e vivia o resto da minha vida, agarrada a drogas e/ou a uma cama de hospital!!

E Digo, não, não o faria!

Preferia levar até ao ultimo minuto da minha vida sã, da melhor maneira!!!

Há doenças fatais que nos tiram a vida mesmo não morrendo!!!
Na minha maneira de ver a vida, enquanto formos sãos, com saúde e sem dar trabalho a ninguém, quero cá estar, a partir do momento em que seja um fardo para alguém, viver agarrada a uma cama, sem poder falar ou escrever, ou de alguma maneira de me comunicar com quem me rodeia, já não quero viver mais!!

Que me interessa viver até aos 100 anos, sem saúde estável, e não reconhecer o meu filho ou os meus futuros netos ( espero que seja para bem mais tarde a vinda deles, pois o meu filho ainda é muito novo )

Não, não quero viver na “podridão” da “não vida”!!!

Se calhar choco algumas pessoas, mas cada um tem a sua visão! E esta é a minha… se viver até aos 80 com saúde, já me dou por feliz, até porque depois disso, a qualidade de vida ou melhor o que os filhos nos deixam fazer, ou o que conseguimos fazer é muito pouco!!

Por isso já resolvi, até aos 80, meu querido Deus, com saúde, depois disso, posso ir para o pé de ti sossegadinha sem apanhar mais cócós de cão!!! Que vai ser a minha profissão até morrer, ter os meus cães sempre comigo!

Venha o que viver, filho, marido, amigos, família, eles (os meus cães)estarão sempre comigo!! Para o bem e para o mal, na saúde e na doença!!

Mas vejam o filme, dá nos muito que pensar, cada um com a sua ideia claro, mas vale a pena!!!

Beijinhos

Cunhadas com Blogs diferentes

A minha Cunhada e eu, ambas temos cada uma um blog!

Ela, Mónica Santana Lopes, tem o Blog “ A Mulher é que manda” http://amulherequemanda.sapo.pt/

e eu, este “ como chegar aos 40”.

Os nossos blog, são completamente diferentes, apesar de serem escritos por Mulheres.

Mas como nem todas pensamos igual e gostamos das mesmas coisas é giro, ver sempre outras prespectivas, de que é ser Mulher !

O blog da Mónica é um sucesso enorme! espreitem e “curtam”!

Parabéns Cunhadix pela teu fantástico Blog!!!

monica e euAqui fica uma pequena “selfie” das 2 🙂

Os meus irmãos

Tenho muito Orgulho na minha família!!

Venho de uma família de artistas, escritores, ministros, poetas, professores e Fundadores!

Mas deixando um bocadinho da parte dos meus bisavós, avós , tios e primos que falarei noutro dia aqui no blog.

Venho-vos falar dos meus irmãos.

Francisco, o meu irmão do meio, com apenas 1ano e 1 mês, de diferença, é um Homem empreendedor, que vive para trabalhar e para criar ideias que são fantásticas, quando pensamos que ainda poderia existir, já ele criou! O meu irmão Francisco é uma pessoa divertida mas muito mais que isso, é uma pessoa aventureira! Quem me dera ter metade da coragem da capacidade de aventura que ele tem!

Já viajou por meio mundo, criou laços para a vida, com pessoas que nunca imaginaria!

A fundação de várias empresas, mostra nele uma capacidade superior ao comum mortal! Gosto de vê-lo trabalhar, é mexido, não tem medo de nada, confiante e a cima de tudo Honesto.

Mas o meu irmão Francisco para mim é como se fosse o meu irmão mais “velho”, a quem eu seguia fielmente as suas aventuras destemidas, mas sempre na bancada!0002

Sempre teve imensas namoradas, o que me fez “desconfiar” um bocadinho de como os outros rapazes também poderiam ser! Mas faz parte!

Enquanto novos é que devemos fazer as asneiras para depois nos podermos tornar exemplos!

O meu irmão Francisco quando ia sair a noite, (eu ainda não podia, a pesar de ser mais velha, mas como era rapariga, enfim…) ficava acordada à espera dele, para ouvir as histórias e aventuras daquela noite, enquanto ele bebia um litro de leite e comia 5 carcaças!

 0004

O meu irmão Francisco, casou, primeiro que eu, e digo-vos, chorei como se não houvesse amanhã. Não, porque não gostava da minha cunhada, mas porque era o meu irmão “pequenino” que ao mesmo tempo sentia-me na obrigação de o proteger! O Casamento é uma coisa séria, uma coisa de “adultos” e vê-lo naquela “posição”, para mim seria uma nova hera estar a começar, era uma mistura de sentimentos, de ele ser pequenino e de já estar a ficar um “crescido” !

Vê-lo hoje em dia, ser pai, é maravilhoso, é um orgulho, é ver o que já foi um “rebelde” na juventude, a ser tão responsável por 2 lindas princesas!

O meu irmão Francisco é o meu rochedo, que nunca se parte!!!

 0047

O meu irmão mais novo, o Joãozinho, que agora mede 2 metros e calça o 50, sempre foi para mim, desde que nasceu “ o meu pequeno “filho”

Lembro-me de noite levantar-me e pegar-lhe ao colo até ele voltar a adormecer.0001

Ele era uma “coisa” linda de se morrer. Muito moreno, no verão ficava mesmo preto. Enquanto nós, Francisco e eu, ficávamos ligeiramente “rosadinhos” ! heheeheh38646_1346865674867_4714007_n

O meu irmão João, ou Joãozinho, como eu ainda lhe chamo apesar de ele já ter 25 anos, sempre teve uma personalidade vincada, soube sempre o que queria.

Apesar de não ter “apanhado” muito a sua adolescência, porque eu já tinha saído de casa, pois temos muitos anos de diferença. Sinto a mesma ligação forte que tenho pelo Francisco, que está mais perto da minha idade.1462785_10201305380813550_380891025_o

Lembro-me das horas em vídeo que a minha mãe gravava dele e quando chegávamos da escola, “obrigava-nos” a ver, horas do meu irmão simplesmente a tentar pegar num boneco! Hehehehe

O meu irmão João, é um rapaz esperto, que tem um coração enorme, adora animais como eu, é capaz de fazer tudo por eles.

É criativo, mas gosta de trabalhar a sua maneira, como eu!

Adoro os meus irmãos! Adoro as nossas birras, que passam em 5 minutos, adoro quando estamos os 3 juntos, adoro, naquilo que nos tornamos!

1913346_10201864241184710_6283826137635241680_oTenho nos meus irmãos os meus maiores Amigos.

Beijinhos,

A solidão nos pensamentos

As vezes, revejo-me na solidão dos velhinhos.

Aquela solidão, em que já viveram muito e agora estão sozinhos.

Ou porque a família está longe, ou porque o melhor amigo já não está presente, ou simplesmente a vida já vai tão longa, que não resta ninguém para a acompanhar…

As vezes penso, como os velhinhos conseguem viver com a solidão?

Durante a vida toda construíram raízes, têm as suas casas, os seus quadros pendurados nas paredes, as fotografias emolduradas, têm tudo…

Mas no fim, mesmo no final, já não têm nada… porque já não resta ninguém para os acompanhar quando mais precisam… Os seus momentos.

Aqueles momentos, em que chamamos de recordações!

Aqueles momentos, que quando não tivermos mais ninguém, nos vão fazer companhia no pensamento, que nos vão fazer sorrir e dizer… “que bom foi tê-lo a meu lado. Quem bom…”

São nesses momentos em que penso, se terei também alguém… alguém de quem eu possa dizer… que bom foi tê-lo a meu lado…

images

António Quadros, Saudades de ti, meu Avô!

Hoje senti a tua falta… Já partiste há muito tempo, mas o teu amor vai ficar para sempre no meu coração.181328_10200318934513009_977324162_n

A estrelinha que me guia tenho a certeza que és tu!!
obrigada meu bom e grande Avô! para sempre ficarás no meu coração!!!

 foste e és o único grande amor da minha vida !!
971849_10200318935393031_283216058_n

a minha vida sem ti é como um planeta sem água e oxigénio…
DA TUA E SEMPRE NETA (
PREFERIDA )

MARGARIDA GAUTER

1025629_10200318933192976_1884363869_o