Entrevista a Marta Gautier

Adoro a minha prima Marta, somos “primas e irmãs”, a minha mãe e a mãe dela, são irmãs e o meu pai e o pai dela, são irmão!! Giríssimo não é!!Crescemos próximas, temos imenso tiques, gestos e maneiras de falar muito idênticas!!!Como todos os “irmãos”, havia alguma competição entre nós, mas saudável!! Rio-me com ela, como se não houvesse amanhã! Adoro-a!!0002 Foi amorosa em dar-me esta fantástica entrevista para o meu blog, aqui vai…

Marta Gautier , 37 anos, psicóloga clínica, escreve livros e é humorista.

Marta, queres me dizer a tua a idade mental e física? Vá, eu dou-te as duas. A física já vai para os 37, mas a mental fica nos 15 ou coisa que o valha!

Já entraste nos 40 ? Não. Estou lá quase, mas ainda não bati no ponto certo. E nem me lembres disso, sim?

O que é que pensaste quando pensaste pela 1ª vez, “ vou fazer 40 anos” ? Fico um bocado tensa e isso é sinal de que tenho de trabalhar esse assunto em mim. Ainda por cima porque sei se vivermos de acordo connosco mesmo, bastam-nos 2 dias de vida. E convém também lembrarmo-nos que há quem não tivesse chegado aos 40. Devemos ficar contentes por termos chegado. 

Tens cuidados com a alimentação? Não, os meus cuidados com a alimentação sempre foram intermitentes. Sem que o meu colesterol não é famoso por isso gosto de me alimentar bem, mas muitas vezes esqueço-me. 

Marta,usas algum creme “anti-idade? Anti-idade ainda não, mas um creme específico para a manhã e outro para a tarde.

O que te faz sentir Viva? Neste momento, mais do que tudo, as ‘Conversas sérias’ ‘O que farias se não tivesses medo?’ que faço no Villaret. O ‘Vamos lá perceber as mulheres’, também, mas agora a novidade das ‘conversas sérias’, dá-me um entusiasmo que há muito não sentia. Também me sinto viva quando leio um bom livro ou quando olho para uma expressão distraída dos meu filhos. 

Quais são os teus receios em relação ao futuro da tua idade? Em termos práticos quase nada. Como sou eu que faço o meu próprio trabalho e não dependo que me ‘chamem’, sinto-me livre e tenho a intuição de que tudo, sempre, vai correr bem na minha vida profissional. Tenho apenas medo de não aprender a amar melhor, e assim, deixar escapar o mais importante da vida. Mas vou conseguir.  

Que sonhos gostarias, ainda de concretizar? Sinceramente: em termos de sonhos, se morresse agorinha, estava completamente satisfeita. Realizei todos e não sinto, neste momento, nenhuma ambição mais. Se tudo continuar assim, seria bom. Com o decorrer da vida podem surgir outros.

marta tratadaMarta, sempre igual a si própria!

Love you Girl

Beijinhos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s